sábado, 8 de agosto de 2009

Pai



Ao falar sobre pai sou tomada de uma emoção maior, não só por ser uma filha privilegiada por ter um pai amoroso, exemplo de vida, dedicação e de uma sabedoria imensa, mas também por sermos de uma família onde os pais tem uma tradição de amor aos filhos sem igual. Meu pai hoje, um velho jovem que com energia e força, supera a perda da minha mãe sua companheira inseparável. Um espelho para as filhas e netos. Recordar nossa infância é ver a figura incansável de meu pai. Um pai que chegava do trabalho, mas encontrava tempo para ensinar catecismo para as filhas, fazer chás quando estas adoeciam, preparar o leite que a do meio gostava tanto. E as brincadeiras que as filhas tanto gostavam: serem colocadas nos baláios de carga dos burricos ou aprender a montar os cavalos. Um pai que levava as filhas nas plantações de melâncias e ao colhê-las as colocava nas águas nascentes para esfriá-las para que as meninas pudessem saborear. Um pai que gostava de cozinhar (cozinheiro de mão cheia) para agradar as filhas. Um pai paciente, cuidadoso não só com as filhas, também com as nossas amigas. As filhas cresceram em um ambiente harmonioso e de muito amor. Hoje devo ao meus pais o orgulho de ser mulher, pois em uma casa onde só nasceram mulheres e em uma época em que os pais desejavam filho homem, nossos pais sempre ressaltaram a alegria e preferências por ter filhas. Penso que foi exencial para termos segurança e independência em uma época de um mundo bem mais machista que atualmente. Agora que era um pai exigente com os estudos, os locais onde as filhas frequentavam, horário de chegada em casa a noite. Coitada da minha mãe sempre a mediar! Valeu meu velho!
Minha homenagem não poderia deixar de falar do pai de meus filhos, pai presente em todos segundos da vida dos dois filhos . Na gravidez , desde os primeiros banhos, mamadeiras, troca de fraldas. Pai que se emocionava quando olhava para os filhos (os olhos marejavam). Jamais levantei só para cuidar de meus filhos, o pai sempre foi o primeiro a levantar ao primeiro resmungar. E com os filhos já adultos nos dias frios o pai ia cobri-los. Pai que no momento de deixar- nos para outra dimensão, falou-me que estava deixando toda sua energia para mim. Na verdade hoje me tornei mãe e pai. Meus filhos em todos momentos de suas vidas tiveram o melhor pai do mundo. Somos uma família abençoada por ter os melhores pais do mundo.
Aos meus amigos a minha homenagem à seus pais e um feliz dia para todos.

5 comentários:

Fatima disse...

Maria,
por favor dá um beijo no seu pai por mim e aproveita bastante seu domingo.
Bjs.

Cris disse...

muito emocionante sua palavras Maria minha amiga, lindo mesmo.
Muita luz sobre você que é essa pessoa imensa que já passou por tudo na vida e se torna cada dia uma pessoa melhor.
Que Deus nosso grande pai te abençõe sempre!
Deixei um presente pra vc na minha página, espero que goste.

Multiolhares disse...

Os pais tem obrigação quando metem um ser na terra de cuidar, proteger e o amar acima de si mesmo, e hoje em dia
vimos tantas crianças com falta de atenção
beijinhos

Regina disse...

Querida Maria,

Lindas as lembranças que tens de teu querido pai e também do pai de teus filhos...

Que elas permaneçam assim, sempre em sua memória, guardadas com todo carinho, amor e respeito...

E, ao final, vemos que todos temos histórias de amor verdadeiro, como dos nossos pais, para contar...

Que assim seja...

Grande beijo, boa semana!

G I L B E R T O disse...

Dulce Maria

Meus cordiais cumprimentos ao seu pai, aproveito para cumprimentar o meu que está tão longe em terras lusas e que Deus abençoe a eles dois e a todos os pais deste Brasilzão de Deus!

Deus te abençoe também minha amiga!