domingo, 12 de julho de 2009

Saber viver...

Os entendidos sobre o comportamento humano dizem que é preciso saber viver.Para mim não existem receitas mas, tem algumas regras básicas para quem lida com o público que deveriam ser uma filosofia de vida. Temos que estar antenados para não nos tornar desagradáveis. O dia está lindo com mil promessas...daí que começa a se preparar: abre o armário escolhe que roupa vai vestir, separa a maquiagem, ao olhar no espelho vê que precisa dar uma escovada no cabelo, as unhas tem que dar uma ajeitada também, afinal por uma bobagem, colocou creme nos pés e usou um plástico colorido - a pele absorveu o creme impregnado de tinta- esfoliante nenhum fez o milagre de retirar a tinta. Pegou o telefone e ligou para o Salão de beleza, queria ser atendida com certa urgência não poderia perder tempo. Prontamente atendida, pediu que duas manicures cuidassem dos pés e mãos, (queria ganhar tempo) a cabelereira poderia ser uma que tivesse possibilidades de encaixá-la para sair o mais rápido possível. Foi voando para o salão, lavou os cabelos, as manicures ótimas, discretas, dão conta do trabalho e gradecem. Aí chega -se ao calvário para ser atendida pela cabelereira. Essa fica a conversar com duas clientes que estão na sua frente. Quando se pensa que o serviço dela terminou com as clientes, está ela lá dando retoques nos cabelos e a conversar. Que vontade de levantar e ir embora; não pode hoje é um dia especial. Até que enfim a feliz se aproxima para atendê-la. Só que imaginava que o arsenal de assuntos trágicos tivesse um ponto final com as clientes que foram embora. Mas nada foi logo desfilando as confidências das duas distintas e elegantes senhoras que haviam feito os cabelos naquela hora...filhos drogados, sofrimentos de mães, falências, crimes, todas as trágicas passagens conhecidas das infelizes clientes foram desfilando, parecia uma apresentadora de programa de tragedias humanas. A cliente já com a cabeça quente e sem paciência, a ponto de levantar da cadeira. E o cabelo parece que ficou esquecido... coloca um produto, outro... Quando a ilustre faz questão de mostrar o trabalho, que vontade de chorar, o cabelo estava duro como se colado fio por fio um no outro. Agradece diz que gostou, vai para o caixa, acerta a conta e sai correndo. Chega em casa, olha-se no espelho, pensa como fazer para melhorar aquele cabelo e sua cabeça de tanto ouvir tragedias. E a tarde merece algo especial, tem que resolver o emaranhado do cabelo...que desse jeito não tem como ser agradável de se passar as mãos. Com urgencia pega um pente e vai desfazendo aquela coisa horrível. Até que consegue, toma um chá refrescante para melhorar a cabeça. Apronta-se com gosto e pensa bem é preciso mesmo saber viver. Agora essa feliz profissional não a pega mais sentadinha em sua cadeira. É preciso ter bom senso: o sorriso, assuntos agradáveis, discrição são relaxantes, uma filosofia de vida para todos nós que temos contato com pessoas.

6 comentários:

Regina disse...

Amiga, lidar com o público é, realmente, uma tarefa bastante delicada e requer muito carisma e profissionalismo...

Principalmente aqui, no Brasil, no qual as pessoas são tão "educadas", é difícil a gente não se lamentar...

Mas, que não deixemos esses pequenos fatos acabarem com nosso dia, não é mesmo?!!

Ótima semana para ti, querida Maria!!

Beijos!!

Cris disse...

Ola minha amiga, que atire a primeira pedra quem infelizmente já não viveu algo parecido...mas, como você mesmo disse...é preciso saber viver e vivendo vai se contornando as coisas...um beijo enorme!

Fatima disse...

Saber viver é uma arte que a gente só aprende vivendo. Mas que dá vontade de imprimir esse texto seu e enviar para umas pessoas dá.
Bjs querida.

Maria das Graças disse...

Minhas amigas , escrevi um texto de uma rotina banal, que temos que encarar não só em um Salão de beleza mas, na maioria de locais que nos oferecem serviços. Parece- me que as pessoas estão contaminadas pelo tal do "mundo-cão", quanto mais falam de acontecimentos ruins mais prazer sentem. E nós as vezes cansados de um dia estafante, ainda temos que aguentar essas pessoas que vêem só o lado horrível da vida . Esse é um episódio, entre tantos que vivemos.

Bjs para vocês, meninas.

~PakKaramu~ disse...

Pak Karamu reading your blog

Multiolhares disse...

eu lido com o publico todos os dias,e por vezes mesmo com um sorriso não fica facil
beijinhos